Tá na hora!

Pra mim chega! Cansei dos seus gritos, da sua falta de paciência, do seu controle, da sua marcação. Não quero mais isso para a minha vida. Essa relação infeliz de dependência.

O pior é que tenho a certeza que ainda não consigo ficar sem você, sem o seu carinho bruto, sem a sua disponibilidade.

Mas um dia eu consigo organizar meu mundo interno e, só assim, poderei abandonar você.

Posso fazer mais. Quem sabe te trocar por outro que não grite tanto. Será que vou acostumar. De uma forma ou de outra já acostumei com seu jeito ouriçado de ser.

Cadê que você se preocupa em mandar flores ou levar o meu café da manhã na cama. Seu compromisso é puramente despertar. E o pior, no melhor do sono, na parte mais emocionante dos meus sonhos, naquele espaço que sempre achamos que podemos dormir mais 15 minutinhos.

Soneca? Que porre de função é essa. Parecem sessões de gozo interrompido. Aquilo é desgastante.

Que merda é meu sistema biológico que necessita de um elemento extra para funcionar. Que saco ser despertada todas as manhãs da mesma forma.

O pior é que não tenho outro alguém para realizar a sua função. Até quando terei que viver contigo?

Anúncios

~ por Luiz Ribeiro em 13/12/2009.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: